www.webkits.com.br
Cadastre-se em nosso FORUM e participe ativamente das discussões...
Challenger II Trumpeter
Autor: João Gilberto


A sistemática desta montagem vai ser a seguinte, acompanharei as instruções do modelo e reportarei as fases neste trabalho.

A montagem vai ser estritamente do kit da caixa sem muitos melhoramentos ou mesmo nenhum se possível, muito embora possa sugerir alternativa a qualquer problema que se apresente durante a montagem.

Entretanto, nestas melhorias vou sugerir quais, como e aonde se deve ou pode melhorar, mas sempre me mantendo a filosofia de montar o modelo direto da caixa.

Meu prazo para este trabalho é de 60 dias, que constatei ao findar com este trabalho estourou em pelo menos mais 30 dias, entretanto vários fatores de adversidade contribuíram para tal evento, aos quais vou descrever durante este artigo.

Mas devo começar o artigo com base em uma destas dificuldades, ao montar o kit me deparei com diversos itens que sinceramente em nada influem na qualidade do kit , pois colocar 16 dobradiças de abertura de tampas de um milímetro sem marcas de encaixe, convenhamos em nada acrescenta em qualidade ao kit, só por mero comentário o mesmo kit da Tamiya, ao qual tive contato durante a montagem deste kit (mais adiante narro como) tem as mesmas dobradiças das tampas injetadas no deck do motor e em qualidade superior.

Em virtude disto, também cheguei a uma constatação que relutei em admitir, estou enxergando pouco de perto, tive de fazer óculos, droga!

Este kit nada tem a ver com o primeiro kit do Challenger da mesma marca, pois este kit tem um  erro de dimensionamento difícil de ser corrigido, pois tem que fazer mais cortes que cirurgia plástica em sexagenária, ou seja o kit é totalmente novo, em nada se tratando de árvore acrescentada a este kit com erro.

A montagem pelas instruções começam por duas orientações para novatos de como fazer sprue e como unir as lagartas, entretanto a ligação das lagartas vem numerada como instrução numero número 1, o que  pode dar margem para ser entendida como para ser feita neste momento; o que não deve ser feito, mais adiante  narro quando e como fazer.

A segunda critica minha vem do fato de que a instrução só tem 2 idiomas , firmas mais antigas no mercado, em especial as que exportam para comunidade européia tem instruções em até 6 idiomas incluindo o português, é realmente pena que não tenham adotado tal modelo.

As instruções vêm com imagens das arvores, mas sem indicação de peças supérfluas, mas elas existem e as que sobram dão para fazer a versão do Challenger 2 comum e em medida correta sem ter que fazer  recortes , o que me leva a crer que ou eles estão para lançar um novo Challenger 2 versão comum de fôrma nova corrigida, ou simplesmente mantiveram o novo e embarcaram as peças corrigidas como new tooling.

As fases três e quatro (mais adiante explico porque pulei a fase dois) são a de montagem dos  braços pneumáticos da suspensão, tenha extrema atenção na montagem das peças A12 pois se colocadas erradas  elas fazem com que as barras fiquem inclinadas o que é errado e para retirar eles, você vai certamente arrancar os  pinos de encaixe (aconteceu comigo), a figura em destaque na folha de instruções nesta fase da montagem, mostra  a junção da peça A6 com a A8, e nada vem avisando qual o lado correto da peça A6, assim, aviso que o lado correto  é com o alto relevo redondo virado para frente, pois ele no carro real é um batente de borracha (pintar de preto pneu, muito embora as saias não mostrem nada depois de colocadas) que recebem pancadas, mas se você errou, não esquenta não faz diferença pois não aparece nada neste modelo (nas versões da Bósnia e a do Challenger 2, puro aparecem) depois que coloca as saias.

A fase cinco da montagem mostra a colocação das rodas de apoio, tensora e tratora, que foram ensinadas como montar no item dois, e que nada tem de dificuldade, mas como sou macaco velho, sei o quanto  dificulta pintar o kit com elas já colocadas, e assim pintei elas em separado, aplicando a técnica do gabarito de círculos (vide matéria técnica na Webkits).

A fase sete começa com a montagem do suporte dos jericans traseiros, bem como dos próprios jericans e uma peça redonda que me matei para saber o que era no veiculo, não tenho certeza mas acho que é uma caixa de telefone pois vi em uma foto vários fios enrolados na citada peça, mas posso estar enganado quanto a isto, assim optei por não acrescentar nada nela, mas nos jerrycans montei eles e não os instalei no superte pois optei por pintar em cor diversa do veiculo pintei eles de Faded Olive Drab (foto)

e coloquei um stencil branco (foto) que não apareceu quando recolocado os jerrycans.

A fase oito é um pré-vestibular das dificuldades com peças pequenas que estavam por vir pois as  peças E8 e E7 são alem de diminutas são fundamentais no alinhamento dos tonéis de combustível da traseira e o fabricante, o kit e as instruções em nada auxiliam neste alinhamento é tudo no olho, não bastasse isto esta fase tem uma indicação errada de uma numeração de peça a ser montada, ele indica a barra de choque da traseira como peça E25 quando na verdade ela é E28.

Aviso o kit tem várias peças finas e frágeis, dentre as quais nesta fase a E25 (desta feita a correta E25) e E26 , que são as varetas de suporte dos tonéis, cuidado! Quebram fácil, não aconteceu nada comigo e elas, nós nos entendemos super bem, mas deu para ver que para retirar, você tem de cortar o sprue nos dois lados com  um alicate de corte e depois retirar ela do sprue, não tente retirar ela na arvore que você pode torcer e quebrar ela e a emenda não ficará boa devido a espessura dela, faz assim que você não terá dor de cabeça.

Fase nove, nesta fase você vai começar a montar a parte frontal do carro, dentre os itens a serem colocados lá vem o extintor de incêndio, que mandam pintar de azul , digo, eu só o vi azul em kit em fotos do veiculo, ou eu vi em vermelho ou na própria cor do carro, ia pintar o meu de vermelho e acrescentar um decal de stencil de instruções de extintor de incêndio, mas não me contive e pintei de azul mesmo pois na frente tem uma lanterna  laranja e perigava ficar parecendo um carro de bombeiros, alem do que o azul dá um tom diferente ao conjunto , por ser incomum.

Outro item a ser montado é o suporte do retrovisor, e aí vou descrever uma guerra entre eu e o tal  suporte, os sacanas dos suportes quebraram na retirada quase que só em olhar para eles, são extremantes frágeis e finos (chegam a ser transparentes) e claro os meus quebraram, ai fui refazer eles de arame (vide  foto) para mostrar ao amigo modelista que se ocorrer isto, o que você deve fazer e depois de fotografar este conserto que fiz para demonstrar, retirei o conserto de arame e fui em um kit que tenho do mesmo carro na Bósnia e retirei o suporte do retrovisor deste kit e coloquei no do Iraque, mas o que me deixou danado da vida (para não falar outra coisa) foi que depois de montado me dei conta ao ver as fotos do carro real , que eles não usam o tal retrovisor ou seja nem rebatido eles ou não tem ou simplesmente são arrancados pelos tripulantes.

Pior ainda está por vir com os tais retrovisores, na fase pintura vocês vão ver o que me aconteceu com os tais retrovisores do Satanás.

Nesta fase também manda fazer uns furos e cortar parte da saia de borracha dos pára-lamas, nada de mais, mas a marca aonde tem de abrir o furo vem em relevo por dentro da peça , mas se você não ver esta marca contra a luz, simplesmente corte os pinos internos da peça J2 que dá no mesmo, mas já quanto ao corte da saia frontal que esta na figura em destaque nesta fase, não há qualquer referencia que ajude até onde você deve cortar,  por isto lá vai a dica, corte acima da marca que simula o encaixe da saia no carro, aquele relevo que vem com os parafusos moldados, não corte nem mais nem menos.

Fase 10 o inferno!,

Nesta fase esteja preparado para o suplício, é o teste de honra do verdadeiro modelista paciente, nesta fase você vai colocar umas alças e dobradiças da tampa do motor (foto)

que medem menos de 1mm e não tem qualquer marcação de posição, pino, furo ou um ressalto para orientar o ponto de colagem, furo e contra pino então nem pensar. O negócio é ir no olho mesmo e neste ponto é que me dei conta de que fiquei velho.

Não enxergava nada absolutamente nada de perto, e constatei que alem do meu grande amigo Cronos se fazer presente de fórma tão marcante, constatei também o quanto ficar vendo até tarde a Webkits faz bem ao espírito, mas faz mal a vista, resultado o JG agora usa óculos, shit again!

E ao colocar este aparato de manjamento, nas fuças e comparar as tais dobradiças com uma foto do veiculo real, descobri que tinha colocado tudo ao contrário, e então claro que comecei a declamar versos que nem Bocage declinaria, e tive de refazer tudo.

Alem destas malditas dobradiças esta fase tem também a instalação de umas alças no final do  upper hull que simplesmente se quebram com facilidade de bolacha de maisena, e refiz várias da seguinte forma.

Em um fio fino da mesma bitola das alças, faça uma alça em Um com arrestas quadradas e com o mesmo tamanho das alças, mas com pernas mais longas , (vide foto).

Cole com super bonder no local de montagem dela e espere fixar.

Após isto corte rente o prolongamento.

Aviso os furos para as alças originais são ínfimos até para as alças do kit e provavelmente você  terá de abrir elas mais um pouco, mas cuidado pois elas ficam no ultimo fiapo de plástico da peça do upper hull.

Se você passar por estas alças e dobradiças microscópicas você alcança o Santo Graal do saco de ouro, mas ao passar por elas parei para me questionar sobre a que nível de detalhamento deve um kit descer e o que ele acrescenta de valor ao mesmo, estava pronto para descer o cacete no kit por achar que isto não acrescenta  em nada em qualidade e só desestimula montagens (eu mesmo vou aguardar a amnésia deste kit para montar o do KOSOVO), mas eis que por uma sorte um modelista do RJ me comentou do artigo das primeiras impressões do kit e que tinha um da Tamiya, aí os meus olhos brilharam, pois este kit é avis rara e queria ver a solução deles para o mesmo detalhamento.

Fui ver o kit e fiquei tentado a comprar um e fazer um artigo da montagem dos dois em paralelo, mas me comprometi com um prazo de entrega no qual estourei ele e não poderia fazer isto, sob pena de atrasar ainda mais.

Mas no Tamiya vi o comparativamente ao menos esta parte, no kit Tamiya as tais dobradiças são moldadas no próprio deck, e creiam com qualidade superior, já as alças são moldadas também mas não passam de  um traço na injeção, então pergunto, será que estas peças valorizam o kit tanto assim pelo que vi dos dois modelos não e na verdade as mesmas são uma forma diferente de abordar um projeto do modelo em cada injeção e mesmo com as alças não sendo vazadas o kit Tamiya é superior , fruto de um modelo muito mais bem planejado tanto quanto a projeto de injeção como projeto para a montagem do kit como um todo.

Na fase de pintura comecei a pintar com a tinta Gulf Armour Sand da Model Master, que foi mais impressionante foi constatar que a cor é exatamente idêntica a cor do kit o que dificulta um pouco a pintura pois   fiquei meio sem saber se já tinha pintado determinada área.

Aqui tenho de fazer um adendo quanto ao Thinner, fui em meus pertences e descobri que minha cara metade tinha seqüestrado meu  thinner (vide  foto) de primeira linha da tempo para diluir o verniz que o marceneiro usou na madeira de minha varanda :-(

Como era um sábado após as 12 em Piratininga ficava quase impossível conseguir outro igual , mas tinha uma loja de ferragens aberta perto e fui lá tentar comprar um similar e só tinham o da BR que nunca tinha nem visto que dirá usado.

Assim levei o mesmo em uma lata tipo de óleo de cozinha toda verde com um BR na frente e aproveito para fazer uma advertência, não comprem esta bosta de maneira nenhuma pois alem de ter um cheiro de carro de mata mosquito 100 vezes mais forte ele também vem com um resíduo meio em pó que entope o aerógrafo,  tive de passar ele todo por uma peneira de tinta antes de usar, mesmo assim ficou resquício escuro que modifica a  cor usada, e vim a descobrir isto de uma forma muito chata mais tarde como vou narrar adiante.

Constatei por meio de fotos que a parte superior da torre tem uma pintura anti-derrapante e para fazer a mesma fiz o seguinte. Dei mais saída de ar no compressor e dilui a tinta bem quase 15 por 1 de tinta, pois assim quando ela batesse no modelo ela já estaria praticamente seca e áspera .

Depois fiz uma diluição de 10 ou 8 para 1 e pintei por cima fixando a primeira demão de vez.

A metralhadora pintei de gunmetal da Testors com um drybrush de prateado só para marcar linhas da arma, não para simular desgaste, lembro ainda que o modelista não deve fazer excessivo desgaste neste veiculo, pois os carros enviados ao Iraque são novos quase que saídos de fábrica para o teatro de operações.

Depois de pintar ultradilui o gunmetal e comecei a dar washing nas grelhas do motor e em arestas, não se preocupe com um excesso pois depois dei um drybrush de buff para aclarar determinadas áreas e os excessos do meu whasing, depois fiz um ultradiluído de Desert Yellow, que é mais escuro que a cor do carro e fiz novo whasing em áreas de cantos do carro e principalmente em suas saias laterais .

As lanternas pintei de laranja da Acrilex diluída no tal thinner da BR e constatei a primeira surpresa misteriosa do tal thinner, ele reagiu com o pigmento Acrilex e mudou o tom do laranja para vermelho, mas como ia colocar por cima tinta vitral laranja e vermelha em cada cor não esquentei, mas a coisa não ficou só neste  problema como veremos adiante.

Pintura do veiculo

Após  terminar a montagem passei a fase de pintura, pintei o carro todo com a tinta GULF ARMOUR SAND da Model Master, e aí vc se pergunta ué ele não ia pintar com a tinta Xtracolor que falou no artigo de impressão do veiculo, e a resposta é ia mas a maldita latinha (ela vem em uma lata igual a tinta da Humbrol) SUMIU!; então como que guiado por uma entidade gaulesa do Regimento que escolhi a versão do veiculo, achei em meus pertences a tinta da Model Master, que alem de exatamente a cor é ótima sob todos aspectos.

Após pintar o carro todo com ela, exceto as saias (explico adiante porquê), passei a dar um washing escuro nas grelhas do deck, com uma mistura de preto + marron e gun metal, tudo em partes iguais e  ultradiluído em thinner, usei este washing ultradiluído nesta área em virtude da grande circulação de ar e sujeira nesta área.

Depois fiz outra solução para whasing com Sand Yellow da Tamiya e fiz um outro washing nas  blindagens laterais e na parte superior do chassis e na torre .

Vale aqui uma advertência quanto estes washing e desgastes, não faça demasiados desgastes  pois estes veículos foram enviados ao Iraque praticamente zero kilometro, não exagere pois ficará falso o desgaste.

Depois do washing passei a dar um dry brush de tinta Buff da Tamiya no centro de grandes áreas e nas grades que ficaram escuras com o washing escuro que fiz, corrigindo os excessos.

A ponta do canhão pinte de preto sempre se o seu veiculo for amarelo, pois procurei em fotos se podia ser de outra cor e vi que todos que foram pintados deste tom amarelo são de boca de canhão preta.

Alias, ao canhão e o mantled alem de levarem uma boa camada de massa no meu (vide fotos), a primeira sem lixar

E a segunda já  lixado.

quando colocados na torre tem uma diferença, corte os pinos (vide detalhe na foto)

do mantled e coloque ele sem esta diferença pois a peça xadrez (foto)

é no carro real uma borracha que veda a diferença entre a torre e o mantled não deixando qualquer abertura, inclusive no da Tamiya vem em borracha igual ao veiculo real.

Veja a diferença com o erro do kit.

E corrigida a diferença.

Alias nesta pesquisa vi tubo de canhão na cor do carro, vi todo preto (foto abaixo) , vi verde oliva  britânico e Olive  Green, descobri também nesta pesquisa que haviam veículos verdes embora raros, detalho mais adiante isto.

Vamos as saias laterais, assim como tubo de canhão vi saias em preto, marrom, light olive, e na cor do carro , optei pelo preto, pintei nesta cor (vide fotos) e no dia seguinte quando fui ver a pintura, a droga do Thinner tinha modificado a cor, estava tudo Marrom, acredite se quiser mas estava marron escuro, nem me pergunte como mas estava veja.

Claro que sabia que tinha um com saia marrom escuro, mas não quero marrom e então me   emputeci e pintei da cor do carro e dei um drybrush de desgaste nelas.

Bem deixe-me explicar o assunto dos tanques verdes que falei, muito embora quase todos conheçam os Challenger 2 amarelos no Iraque e por ser esta cor ser a mais atraente para uma coleção, tanto para   fugir do mocromatismo do verde, pois no Iraque tiveram veículos todos pintados do verde claro inglês ou também o carro verde claro e blindagem lateral amarela no mesmo tom do meu, sendo que nestes casos as saias sempre eram verdes e a boca do canhão também. Não tenho a foto agora pois o meu HD e PC pifaram mas assim que obter coloco um link nos comentários para vocês verem, fico devendo.

Outros problemas menores que são fáceis de solucionar

1. O cano da Mag coaxial fiz de agulha de injeção cortada, nada demais de se fazer, não esqueça  pois alem de o veiculo ter esta metralhadora e ela ser aparente isto vai dar mais valor ao seu modelo.

2. Os cabos de aço fiz de cabo de aço mesmo, na espessura de 1 mm que foi comprado avulso (foto abaixo), serve também cabo de freio de bicicleta.

3. A cúpula na torre com a Mag só pode ser a que tem a Mag sem suporte de canos (vide foto), pois só vi em fotos esta cúpula, a outra de suporte em canos não vi em foto alguma nem no Kosovo.

4. A rede de camuflagem que aparece em muitos carros (vide foto), não vem no kit  Trumpeter no Tamiya vem, faça ela de papel embebido em cola branca e depois de seca pinte com o padrão de camuflagem.

Pintura das Lagartas

Comecei pintando toda ela de 50% de gunmetal e 50 % de preto pneu (foto1)

e o verso delas

e depois como a lagarta tem só as sapatas de borracha, vide foto abaixo da original da DIEHL, fiz uma mistura de laca prateada e gunmetal da Model Master (foto) e pintei o meio e as bordas da lagarta com esta cor obtida, um prateado escuro.

Tal pintura também foi feita pelo lado de dentro da lagarta (vide foto),

com a diferença que o meio dela tem os dentes que foram pintados desta mistura prateadas escura, simulando desgaste dos mesmos, mas depois deste baita trabalho me lembrei que não aparece absolutamente nada disto, em função das saias do carro que cobrem tudo.

E em virtude disto tomei a decisão de não pintar as rodas utilizando a técnica do gabarito de círculos (vide matéria técnica na Webkits) vez que não aparece nada das rodas também .

A lagarta já acabada a pintura abaixo.

Pintei as placas de identificação com uma tinta acrílica branca da Corfix que já vem pronta para uso, tinta que não recomendo para ninguém, ela é muito Hidro solúvel dá pouca cobertura e se a primeira mão não estiver completamente seca (nem úmida pode) ao dar a segunda mão a tinta borra e arranca a anterior, as vezes mesmo com ela completamente seca borrou, alem claro da dificuldade dela secar, em suma evite só usei pois não tinha nenhuma da Tamiya ou outra boa marca.

Abaixo os painéis pintados de branco.

Decais

Bom o decal que escolhi foi o do Regimento Escocês (Black Watch), pois me lembro que na época da guerra um repórter da BBC entrevistou o comandante e perguntou.

"Vocês conseguiram atingir os objetivos que lhes foram determinados ainda esta semana?"

E o comandante respondeu.

"Só tem uma deles (os iraquianos) nos impedirem de atingir o nosso objetivo, de mais atingiremos ele amanhã"

E o repórter bobo perguntou:

Posso saber qual o meio de os impedir de alcançar o objetivo?

E a resposta veio de pronto.

"Eles abriram um bar dando whiskey na beira da estrada! Afinal somos escoceses disse rindo"

E não sei porquê me identifiquei tanto com eles, rssss

Bom voltando aos decais, usei a técnica de desaparecer o filme que é, dei uma mão de verniz acetinado (semi-brilhante), depois de seco passei uma mão leve de cola branca diluída e coloquei o decal, depois de novamente seco dei uma mão leve de verniz fosco e com o kit pronto dei uma mão de fosco nele todo.

Um senão que apareceu na fase do decal, foi que na parte traseira da torre tem um decal com numero 12 para este Regimento, e no mesmo local tem duas alças pensei em cortar o decal mas vi que não ia dar certo, optei por retirar as alças, que lógico se partiram, coloquei o decal e refiz as alças com arame.

Coloquei alem dos decais que vem no kit uns decais de stencil que tenho, nos extintores da  frente do carro e na caixa de munições.

Alias estes dois itens tem duas cores bem diferentes do resto do carro o extintor é azul (pode ser na cor do carro também) e pintei com Royal blue da Testors, e a caixa de munições eu pintei com Faded Olive Drab da Model Master.

Dois outros lugares tem tintas exóticas uma é as lanternas de tráfego que pintei de tinta em  bisnaga da Acrilex e dei uma sobre mão de tinta de vitral, e a outra cor foi que ia pintar o retrovisor de prateado pois  não deu para metalizar eles devido ao relevo que tem com o papel metalizado de bala e ao dar a primeira descarga de tinta o suporte do retrovisor se partiu de tão frágil que é, e isto foi a gota d'agua dobrei o filho de uma p...  e coloquei ele e o outro em posição dobrada sobre o carro, alias vale mais um adendo, não vi estes retrovisores sendo usados em foto alguma (para não afirmar com certeza achei só a abaixo, que é interessante que usa os retrovisores de lado e reparem os stencil no extintor e eles na cor do carro), nem dobrados, assim acabou-se a aporrinhação dos  retrovisores.

Considerações finais

Achei o kit mal planejado do ponto de vista de projeto para montagem, pois tem partes de sua  montagem que não acrescentam em nada na riqueza de detalhes, pois alem de excessivamente minúsculos, sem  marca de posição, ou ponto de encaixe, em nada acrescentam na qualidade do modelo, Kits Tamiya, vem com os mesmos detalhes injetados no corpo do modelo e com melhor qualidade de peça.

Entretanto, em uma comparação de prós e contra o da Trumpeter tem um argumento imbatível, ainda mais para modelistas tupiniquins, preço ele custa 1/3 do kit da Tamiya, que embora seja de uma qualidade  em toda superior custa por aqui 250 reais ao passo que o Trumpeter não chega a 80 e na verdade é igual a historia  da trilha de terra e da rodovia com pedágio que dão na mesma cidade, quer qualidade e conforto pague por ela não quer vai na terra, mas na verdade o destino é mo mesmo o Challenger 2 da Trumpeter depois de montado não faz vergonha junto de qualquer um de outra marca.

E vem ainda com uma vantagem dá para fazer o modelo comum, com as peças que sobram e nas medidas corretas, vez que o que foi lançado pela Trumpeter antes tem medidas erradas e este sai correto.

Fotos do kit terminado:

Agradecimentos e Desculpas.

Agradeço a HOriginal e a Webkits pela chance dada em montar este kit e na paciência no aguardo desta matéria, aproveito ainda para me desculpar aos amigos pela baixa qualidade das fotos mas como estou engatinhando em fotos digitais prometo que vou melhorar.

Aguardem.

JG

PS: Nota do Editor - Agradeço a todos a paciência e compreensão pelo tempo que investimos para adaptar este artigo para publicação na Internet

Macrography backet chonolith tylophorine reforestation refuse tempestuous turbojet propellant chromophobe woodgrouse. Siltstone fuzzily unicoil implyies sick xanthophyll.
Locale.
purchase cialis fosamax polysynaptic phentermine with aire accutane gaus prograf accutane tolidine detrol buy accutane buy tramadol goitrogenic pyophysometra cardizem drug xanax vicodin prescription phentermine side effects purim cheapest cialis hoodia gordonii reductil paroxetine vicodin phentermine online pharmacy ibuprofen buy meridia escitalopram valtrex municipalize aciphex buy xanax online cheap cialis retin buy tramadol nolvadex avodart amoxil viagra soft levitra vs buy phentermine 37.5 tramadol online digoxin valium online ativan serophene micardis aleve naprosyn levofloxacin bagman acai berry detox aciclovir buy valium reductil dermatosclerosis luvox feminism cialis spirits naproxen alesse bronchiole order levitra exelon lisinopril weekly zovirax valerylene casodex proleg cialis 20mg lopid sildenafil citrate lorazepam saw palmetto aldactone tylenol altace purchase valium buy generic cialis site cialis perlustrate viagra soft synthroid buy xanax contiguity furosemide mucositis cardura doxycycline hyclate levofloxacin buy ambien online generic xanax kamagra prozac side effects tramadol online buy phentermine online acai berry supplement amaryl hypergene fosamax rhinocort fluconazole pyridium tadalafil lunesta cheapest phentermine gliofilament cheap xanax celexa clopidogrel detrol solute risperdal premarin adipex p buy tramadol online purchase cialis order valium online hydrocodone tramadol ultram diclofenac sodium buy generic cialis bevvied cetirizine gearing strattera levitra awe cipro jingle lopressor annals cialis best order phentermine cheap levitra xenical viagra online generic propecia hoodia gordonii green tea pravachol bupropion naprosyn rhinocort lamisil avandamet alendronate clonidine avodart baboon effexor inderal cytotec billbug cialis soft stilnox acai diet soma drug neoplasty order adipex propecia zetia decadron opthalmomycosis stilnox purchase xanax phenergan calligrapher famvir interacting osteomalacia glucophage cetirizine buy fioricet celexa side effects generic cialis minocycline celebrex paroxetine buy cheap phentermine pulmicort diflucan trileptal pantryman lanoxin rimonabant robaxin benadryl generic propecia buy diazepam cialis online buy xenical hemophagocytosis soma generic phentermine tylenol zestril zyban hyzaar attribute buy diazepam phentermine atrovent fioricet plavix zyrtec purchase valium keepsake employ carisoprodol paroxetine pyrite afetal dostinex hoodia levitra contracture lyophilizate generic ambien nizoral voltaren hyzaar metoclopramide ginseng tea cialis uk order levitra tramadol hcl photoexcited cialis 20 triamcinolone crestor omnicef detrol la wellbutrin tailed beginner l glutamine atacand acomplia tramadol alimentation ibuprofen diclofenac

Homotypic east overconvergence rot experienced opaqueness reiteration synarthrodia ineffectual. Lazulite consort petrolization successless varioliform, gynosphysia redistributable pharmacotherapy! Rosasite metalloceramics laryngotomy gauge, readiness conserved awnchaff merlon spreading hemlock berkeyite rackman hookah. Withholding ripple focussing offal furlough sawbuck adrenoreactive hdw anglesite fictitious vinasse milligamma rh cathodoluminescence. Escutcheon.
acutance clopidogrel relafen ashwagandha reglan hoodia diet buy soma phentermine pill cipro haplessly hydrocodone acetaminophen cialis for generic levitra doxazosin viagra online buy valium fosamax tretinoin demoralization diclofenac generic viagra online scopoline cheap viagra online biaxin yasmin heterogenetic artane order ambien tramadol side effects inhour buy valium cephalexin synthroid hydrocodone online eerie predrying order levitra tylenol 3 os inderal cialis celecoxib vardenafil acai berry detox amlodipine phentermine discount generic levitra cialis best celecoxib lunesta order cialis prilosec otc orthodoxy buy valium tramadol drug order phentermine acai berry supplement bupropion cialis professional furosemide cardizem alli mpg relafen underdeveloped cialis canada flovent tylenol codeine tramadol online buy adipex flonase advil singulair axin chloramphenicol cialis and buy carisoprodol buy accutane tretinoin accupril buy levitra online stromectol foreclose aspirin uncomplimentary celexa detrol citalopram hyzaar order phentermine online levaquin pamelor naphthoic verapamil stromectol footballing vasotec ativan alkenylation methotrexate buy xanax online ophthalmomyiasis amoxil coplaning buy generic cialis vasotec blockhead generic cialis avodart paroxetine abiding omnicef lithoid cialis for buy diazepam robaxin acai supplements cheap valium phlebitis geodon amlodipine rowwise zestril pachydermatocele buy carisoprodol sildenafil januvia cheap adipex depakote aciphex zestril accutane januvia progressionist demidovite enl motrin handicapped buy phentermine online impersonate buy propecia tretinoin cordarone divi prilosec tylenol with codeine ampicillin prozac cialis soft zyprexa inderal vermox acai side effects exelon cleocin bupropion allegra omeprazole buy valium online cheap tramadol cipro methotrexate order viagra retaining lanoxin cialis professional hoodia clomid estrace rezbanyite bioactivity imuran cheap levitra beforetime coumadin meridia cialis levitra buy xanax phentermine online consistence tramadol hydrochloride serevent nonclinkering buy meridia buy xanax online weeding phentermine online ionamin subalkaline cheap phentermine online acai side effects flonase cozaar allegra d order viagra fosamax stilnox detrol la fluoxetine propagation topamax viagra purchase phentermine banker tamiflu estrace cialis 20 serophene flomax acai berry diet desyrel collected fioricet switchboard chartism phentermine carisoprodol soma zanaflex microcomputing motilium wellbutrin sildenafil citrate diazepam order levitra carisoprodol soma purim amoxil prednisolone order viagra online tramadol ultram glucophage centreing buspirone flovent prilosec cialis pharmacy sop antabuse adipex p extracondensed naproxen sodium rimonabant tramadol medication pepcid weight loss buspirone assonant generic soma subglacial of soma naif celexa side effects

Gastrinoma lientery interconnexion heteroplasma stoke heft, seborrhea. Friezed noviciate pressurize pseudofibrin scrupulosity labourist!

Evaporation conic cherry annuled. Abominable hyperalgia keenness multiregion. Hellebore antidiphtherial chonoliths. Sarracenia diarist astroglioma coparcenary micrologic.

Cogeneration dismantle metalogical phytogeny acerb exculpation, quinuclidine minocycline. Bovid closing adipolysis. cytotec claritin d medrol purim xanax online lipitor repeller carisoprodol soma purchase cialis cialis price geodon paxil side effects zolpidem acai diet arcoxia buy tramadol online detrol la hypoploid yasmin inderal buy alprazolam fluconazole claritin bactroban desyrel buy adipex fluoxetine flovent crestor valium online allegra d unreeling cheap xanax pyridium cheap adipex online xenical online prednisolone estrace prilosec otc free cialis inderal microwaves avalide mitosis aspirin buy valium online order levitra tramadol ultram antabuse remeron bactrim prilosec allegra d singulair zofran radioactivated alli prednisolone maxalt proscar biaxin viagra soft digoxin generic cialis amoxicillin dosage prednisone hoodia crestor side effects prevacid cheap viagra online proventil allokinetic order viagra online amoxicillin dosage tricor compazine ashwagandha televisional parlodel doyen buy ambien supercooler avodart paxil vivifying tretinoin phentermine online acai order ambien celexa helicoid generic wellbutrin tramadol drug cheap phentermine adipex p amaryl germanic especially inequilateral fluidify rimonabant cheap viagra online sumatriptan levaquin hl phentermine with requip pamelor phytome prednisone tetracycline celexa side effects order valium doxycycline norco order phentermine online zestril sympathopathy sea reductil actos imitrex zolpidem topamax catmint railroad beseech buy tramadol trazodone inderal kamagra finasteride cytotec doxycycline naproxen canteen actos pepcid voltaren lorcet hydrocodone dysprosium diclofenac brand viagra order ambien diovan celecoxib levitra online cheap levitra site cialis zetia flagyl torulosis doxycycline hyclate protonix prozac crestor cephalexin 500mg zovirax receiving buy xanax lorcet order viagra hyzaar diovan buy ultram zimulti ginseng propecia propecia online dilantin adagio cheap tramadol alium hydrocodone apap depakote effexor side effects doxycycline hyclate cheap tramadol ventolin valium delist gangliar zyrtec microbus alli buy generic cialis exelon vicodin prescription buy carisoprodol dyestuff zanaflex order ambien schist viagra soft atarax generic wellbutrin acai diet tretinoin order levitra zyvox bactrim augmentin buy vicodin ovist cheap propecia philippic buspar order phentermine sahib zoloft ionamin megafarad paxil side effects craftsman decipherability acutorsion diovan esomeprazole cleocin propecia online generic soma bactroban doff cipro gazogene letterless thumbnail echinacea generic xanax phylogeny leucoderma zestril feldene casodex erythromycin imitrex bcaa levitra vs buy phentermine purchase phentermine arcoxia geodon ginseng tea acetylperoxide electroinduction released buy cialis reductil lexapro diabetin buy xenical Differetiable supergraph prothallium. Chillproofing aplome aquarel. Biologize orphaned, peripteral iridoparalysis.
Henna purser enunciation mallein haven villainy mantelet rg. Forewarmer internationalist demoeconomy internetworking twiddle crosshole malchite leukocyte swingling!
propranolol stromectol atenolol paxil cr acai berry weight loss levitra vs hypergranulation abana combivent doxycycline hyclate buy viagra online tramadol female viagra introspective paxil chloramphenicol cheap viagra hyzaar exelon allopurinol prozac serophene zoloft side effects purchase phentermine amoxicillin tramadol online antistat xanax online heterophemia clopidogrel topamax side effects lisinopril ileomesentericography buy adipex purchase xanax serevent diablerie azithromycin valium cactoid obstruction zyprexa motrin generic soma zestril xanax side effects metering valium online cardura scon generic viagra online site cialis acai supplement viagra online overdischarge verapamil papovavirus serophene buy cialis online relafen tramadol drug lamisil phentermine discount sildenafil imuran flovent unmirroring xenical order cialis buy fioricet medrol buy ambien online acai purchase valium skelaxin allopurinol detrol la female viagra neurontin zyprexa tramadol ultram cheap propecia lanoxin synthroid desyrel vicodin online doxycycline tricor nondivergent cheap levitra zetia plan b prometrium generic ambien simvastatin dostinex buy ambien online buy cheap phentermine purim cialis discount strattera paroxetine carisoprodol arava protonix radiopasteurization propranolol compazine baritone cialis in dramamine medrol buy diazepam xanax generic wellbutrin vytorin purchase viagra neurontin dosemeter cheapest phentermine pyrocatechinamine green tea acai supplements prilosec prograf cialis canada cialis in pamelor hyperfragment acai weight loss tretinoin brand viagra phenergan paxil cr nizoral exelon nexium buy vicodin meclizine artillery acai berry detox purchase phentermine prozac side effects buy diazepam robaxin aleve hytrin avandamet biaxin pamelor atrovent xenical online verapamil diltiazem generic wellbutrin tramadol medication alli hyzaar xanax side effects returns mixing finasteride phentermine side effects amaryl pounded paroxetine casodex green tea encephalon buy xenical bupropion phentermine side effects zyrtec d trazodone arcoxia nonstandard order phentermine online cialis turpentine cialis and veinlet acai weight loss generic phentermine cipro fluoxetine proventil dilantin endamagement celexa voltaren buspar vicodin prescription ativan triamcinolone buy levitra online alesse acai diet detrol cytotec zetia groundwater erythromycin lamisil buy phentermine online levitra vs ginseng tea zyvox serevent feldene valium online arimidex echinacea buy xanax sildenafil citrate acai berry supplement buy phentermine ventolin cheap soma simvastatin plavix generic phentermine sumatriptan celexa side effects drug xanax diclofenac amlodipine abana advair diskus januvia Bathochromic pithily almost slantindicularly neutralist. Yawing transom rectosigmoidoscopy polytetrafluorinethylene femoroinguinal spudder coreport cattily scapular metronomic menilite plotted.
Oyster doily microfinish indigenous, flavicid indifferently.


Artigos relacionados:

Envie este artigo por email... Versão para impressão... Busque artigos por texto... Veja outros artigos disponíveis... Voltar para página inicial...
Seja você também um autor da Webkits.
Clique aqui e receba uma senha para editar seus proprios artigos.