www.webkits.com.br
Cadastre-se em nosso FORUM e participe ativamente das discussões...
LaGG-3 S.66 Vector 1/48
Autor: Ivan Pliopas

LaGG-3 Série 66 - Vector 1/48

por Ivan Pliopas

História

O LaGG-3 nasceu de um requerimento do governo soviético, de 1939, para que fosse construído um novo caça de emprego geral para substituir os I-16 e I-153 em uso, os quais começavam a ser considerados como obsoletos. Vários fabricantes submeteram suas propostas, mas ao final somente três projetos foram selecionados, os quais resultariam posteriormente no Mig-3, Yak-1 e LaGG-3.

O nome “LaGG” vem das iniciais dos sobrenomes dos três principais indivíduos que participaram do seu desenvolvimento: Semyon Lavochkin, Vladimir Gorbunov e Mikhail Gudkov. É interessante notar que dos três, somente Lavochkin tinha experiência prévia na construção de aviões. Enquanto o Mig e o Yak utilizavam materiais convencionais em sua construção, a estrutura do LaGG era construída em grande parte utilizando-se um tipo de madeira compensada muito resistente, colada com uma resina especial chamada de “delta-drevsina”, e que permitia moldar o produto final em diferentes formatos. O primeiro vôo do protótipo I-301 se deu em Março de 1940, algumas semanas antes que voassem os protótipos do Mig (I-200) e do Yak (I-26).

Desde o início, o avião se mostrou pesado nos comandos, com pouca capacidade de combustível e com um baixo teto de serviço, entre outros problemas. Por outro lado, sua velocidade era um pouco maior que a do protótipo do Yak. A situação de urgência que vivia a União Soviética, criada pelo crescimento da ameaça alemã, levou a que o I-301 fosse liberado para produção como LaGG-3 no final de 1940, mesmo sem terem sido solucionados todos os seus problemas de desempenho. A sua entrada em produção foi complicada pelo uso de materiais não convencionais, com os quais a mão-de-obra disponível não estava familiarizada, e por várias modificações que tiveram que ser feitas no desenho do protótipo para adequá-lo à construção em massa. Mesmo assim, no começo de 1941 o 19 IAP (19º Regimento de Aviação de Caça), que fazia parte da defesa aérea de Leningrado, começou a receber os primeiros exemplares. No entanto, poucos haviam sido entregues a unidades aéreas de primeira linha quando começou a invasão alemã em Junho de 1941 (Operação Barbarossa).

Os problemas do LaGG-3 foram postos em evidência logo após a sua entrada em combate. A sua velocidade máxima e razão de subida foram reduzidas drasticamente com a instalação de armamento, blindagem e outras modificações necessárias para adequá-lo para o combate. O péssimo controle de qualidade na produção do avião também eram fatores que contribuíam para piorar o seu desempenho. O seu acabamento era grosseiro, resultando em comandos pesados, raio de curva inadequado e vibrações severas quando mergulhava. Suas características de vôo eram pouco dóceis, exibindo o avião uma tendência a entrar em parafuso em curvas acentuadas e a estolar facilmente, o que era crítico principalmente no pouso. O sistema hidráulico era falho, causando muitas vezes o recolhimento ou abaixamento involuntário do trem de pouso. O motor Klimov, das primeiras versões, era notório por vazar grandes quantidades de óleo, o que podia causar superaquecimento e, em algumas situações, comprometer a visão do piloto. A isto se somava um canopy com um baixo grau de transparência, e que amarelava com uso prolongado, por ser feito de um componente de nitro-celulose que reagia aos efeitos da luz do sol. Seu armamento também sofria problemas de confiabilidade, que eram comuns em outros caças soviéticos do período, e passou por várias mudanças de configuração durante a vida operacional do avião. Apesar de todas as suas deficiências, o LaGG-3 tinha a vantagem sobre o seu principal rival, o Yak-1, de não se incendiar tão facilmente quando atingido, em razão do uso da delta-drevzina na sua construção.

A partir de 1942, o motor Klimov M-105P passou a ser substituído pelo M-105PF, com 110 HP a mais de potência. Estas e outras modificações, introduzidas nas diferentes versões subseqüentes, gradualmente contribuíram para melhorar o desempenho do avião. Mesmo assim, os problemas do LaGG-3 nunca foram totalmente eliminados e o seu desempenho sempre ficou aquém do de seus adversários.

As principais versões do LaGG-3 foram a 1, 4, 8, 11, 23, 29, e a 66, todas introduzindo pequenas modificações na aeronave. Foram produzidas um total de 6.528 unidades, muitas delas permanecendo em uso até o final da guerra.

Lavochkin, trabalhando de forma independente, conduziu vários experimentos a partir de 1941 para tentar melhorar a desempenho do LaGG-3, a maioria deles relacionados ao seu motor. Um destes projetos envolveu a troca do motor Klimov em linha por um Shevtsov M-82 radial, de catorze cilindros e refrigerado a ar, e que estavam disponíveis em grande quantidade. Esta combinação provou ser muito bem sucedida, evoluindo posteriormente nos excepcionais Lavochkin La-5 e La-7, sendo esta talvez a principal contribuição do LaGG-3 para a história.

Kit

Antes de adquirir este kit em resina do LaGG-3, eu nunca tinha ouvido falar da Vector, um fabricante russo sediado em Moscou e que é conhecido lá fora pelos excelentes motores em resina que produz. A série de LaGGs e La-5 é, ao que me consta, a primeira investida da Vector na produção de kits completos. Mesmo assim, o primeiro detalhe que chama a atenção no kit é sua alta qualidade e o óbvio capricho que foi dedicado na elaboração do produto. Sem dúvida alguma, este é um dos melhores kits em resina que já construí, tanto pela qualidade das peças como pela facilidade da montagem, ficando o resultado final muito próximo aos padrões de um kit de plástico injetado.

A meu ver, as principais características do kit são as seguintes:

Pontos fortes:

  • Peças finamente moldadas, sem distorções e com poucos excessos para serem removidos, exigindo pouco esforço na preparação delas para a montagem.
  • Bordos de fuga das asas e das partes móveis realisticamente finos.
  • Poucas peças, o que faz com que a montagem seja relativamente rápida.
  • Superfícies móveis separadas (com exceção do flap), facilitando um posicionamento mais realista.
  • Ótima precisão do kit, tanto o seu interior quanto exterior, coincidindo em perfil e na maioria dos detalhes com os planos publicados na referência 1.
  • Encaixe muito bom das peças, com poucas junções precisando ser completadas com estirene ou putty.
  • Resina e moldagem excelentes, com pouquíssimas bolhas que são facilmente eliminadas.
  • Trens de pouso em resina, mas com um arame no seu interior, o que evita que cedam com o tempo.
  • Decalques são precisos, finos, tem cores densas, e reagem muito bem a Micro Set e Micro Sol.

Pontos fracos:

  • Somente um canopy vacuoformado, limitando a margem para erros.
  • Instruções são vagas no posicionamento de algumas peças (por exemplo, tubo de pitot), sendo recomendado o uso de referências. Além disso, as orientações para pintura de partes interiores são incompletas, dependendo o modelista, de novo, de boas referências.
  • Kit não inclui janelas laterais, protetores dos escapamentos, tubo de pitot, suporte da antena no estabilizador vertical e luzes de navegação. Todos estes itens precisam ser feitos em “scratch”.
  • Entradas de ar no bordo de ataque, na junção da asa com a fuselagem, e que são bem visíveis no avião real, não estão presentes no kit.
  • Algumas partes poderiam ter sido feitas em metal (por exemplo, bequilha, tubo de pitot, antena) ou photoetch (por exemplo, painel de instrumentos, cintos, portas do trem de pouso), o que aumentaria a precisão do produto final e sua durabilidade.
  • Preço: relativamente alto (US$90), o que limita a sua venda a modelistas que, como eu, querem definitivamente ter um LaGG-3 em sua coleção.

Montagem

A seqüência de montagem que segui foi a “tradicional” cockpit, fuselagem, asas, estabilizadores e detalhes finais (trem de pouso, superfícies móveis, canopy, antena e hélice). Começando pelo cockpit, sua montagem ocorreu sem maiores problemas. Depois de preparar as peças, pintei o interior com uma base de Humbrol 126 (FS26270), e o detalhei seguindo as instruções do kit e informações de várias referências. Como não encontrei nenhuma foto colorida do interior de um LaGG-3, estudei a descrição dos componentes do interior que estão nas referências 1 e 6, e deduzi quais devem ter sido as cores de alguns deles, seguindo a lógica do sistema de codificação soviético: combustível (amarelo A-6), sistema de refrigeração (verde A-7), óleo (marrom A-8), sistema hidráulico (cinza A-9), oxigênio (azul A-10), ar (preto A-12) e sistema de extinção de incêndio (vermelho A-13). Terminada a pintura do interior, e depois de aguardar a sua secagem por dois dias, apliquei um “wash” feito de partes iguais de tinta a óleo nas cores “Payne’s Grey” e “Burnt Umber”, diluído em fluído de isqueiro. Limpei o excesso com um cotonete umedecido também em fluído de isqueiro. Em seguida, realcei os detalhes internos pintando a seco com Humbrol 126, misturado com branco da Xtracolor na proporção de 9:1. O acabamento foi feito com verniz acrílico Aeromaster semi-fosco. Uma dificuldade que encontrei foi em posicionar o assoalho do cockpit na altura correta no momento de fechar a fuselagem. Se seguisse o desenho que esta nas instruções do kit, o assento do piloto ficaria um pouco “afundado”. Assim sendo, acabei decidindo por subir um pouco o assoalho, para que o assento ficasse no que me pareceu ser a posição correta, conforme plantas internas e fotos do avião.

Depois de pintar e colar o filtro de óleo do nariz em uma metade da fuselagem, e os escapamentos em cada uma das duas metades, fechei a fuselagem colando com super bonder e lixando até sumir a junção. Esta etapa não apresentou grandes dificuldades, mas foi necessário um pouco de tentativa e erro para que as peças que fazem parte do conjunto do cockpit ficassem posicionadas corretamente. Depois de fechada a fuselagem, notei que ficou uma fenda entre a parede atrás do assento do piloto e o topo da fuselagem. Outras fotos que vi do kit montado mostram que este é um problema comum, e que alguns modelistas simplesmente o ignoram, sem dúvida para acelerar a montagem. Como esta fenda não existe no avião real, resolvi eliminá-la forçando a fuselagem verticalmente contra o topo da parede e aplicando bastante super bonder na junção. Depois de seco, lixei o local com uma lixa de unhas até sumir as marcas de cola. Uma vantagem dos kits de aviões soviéticos com fuselagem em madeira é que há poucas linhas de painel para serem reconstruídas.

Após concluir esta etapa da montagem da fuselagem, veio a parte chata de cortar e colar as janelas laterais do cockpit, já que estas peças não vem incluídas no kit. Depois de várias tentativas para cortar peças no formato exato das aberturas em cada lado da fuselagem, consegui finalmente obter duas transparências em acetato que couberam perfeitamente nas duas laterais. Antes de colar as transparências, pintei o interior das janelas com Xtracolor X505 Tyre Black e apliquei dois decalques que ficam em cada um dos lados. Depois colei as janelas com pequenas aplicações de super bonder, após ter dado um banho nelas em Future para que não embaçassem, e lixei levemente até sumir a junção. Ao final, dei um polimento naquela região para restaurar a transparência das janelas laterais. O resultado final ficou bom, mas muito frágil, de modo que tive que tomar muito cuidado até final da montagem para não segurar o kit inadvertidamente naquela região. Aproveitei algumas sobras de acetato, de tentativas anteriores de fazer as janelas, para cortar o mascaramento usando tape da Tamiya.

Depois de concluída a montagem da fuselagem (sem canopy), colei as asas, aplicando um pouco de “putty” para fazer desaparecer a junção com a fuselagem. O meu exemplar veio com uma marca nas asas, próximo ao bordo de ataque, sem dúvida devido a um problema de alinhamento das formas de moldagem, e que deu um pouco de trabalho para lixar até desaparecer (tenho um La-5FN, também da Vector, que tem o mesmo defeito). Mas ao final, o resultado ficou bem aceitável, como se pode ver nas fotos. Após terminar a montagem da asa na fuselagem, furei as duas entradas de ar do bordo de ataque, próximas à fuselagem, usando brocas de diferentes diâmetros e a ponta de um estilete. Colei também os filtros e a tomada de ar na parte inferior da asa, preenchendo a junção com putty da Tamiya e Mr. Surfacer 1000 e depois lixando. Em seguida, colei os dois estabilizadores horizontais, tomando cuidado para manter o alinhamento com o conjunto asa-fuselagem. Foi preciso também um pouco de putty da Tamiya para fazer desaparecer a junção de ambos com a fuselagem.

O próximo passo foi preparar os dois ailerons, para que os encaixes de ambos com as asas ficassem bem justos. Se não fosse feito nenhum ajuste nos ailerons, ficariam duas fendas irregulares, e um pouco largas, entre os ailerons e a parte inferior do encaixe em cada asa. Assim sendo, ajustei o tamanho de cada aileron completando o espaço faltante nas bordas inferiores de cada um com pequenas tiras de estirene, coladas com super bonder. Depois de bem secos, lixei o excesso até que coubessem perfeitamente nos seus respectivos encaixes de cada asa. A etapa seguinte foi cortar e pintar o canopy vacuoformado, e colar a parte frontal na fuselagem com epoxy de secagem rápida, removendo o excesso com álcool. Antes de colar o canopy, eu ajustei o seu contato com a fuselagem lixando e testando várias vezes, até me contentar com o resultado. Eliminei a junção do canopy com a fuselagem aplicando um pouco de Mr Surfacer 1000 com pincel, retirando o excesso com thinner Mr. Color, e lixando levemente depois de seco para remover qualquer imperfeição. Em seguida, mascarei a parte transparente com fita da Tamiya e pintei com Humbrol 126.

Antes de preparar o modelo para a fase de pintura da camuflagem, fiz o tubo de pitot com um pedaço de agulha de seringa, fio de aço para a ponta e uma base de estirene, e colei o conjunto na asa, na posição que julguei ser a correta com base em algumas fotos do avião. Também fiz os protetores dos escapamentos com folha de estirene e os colei na posição adequada com super bonder. Montei a antena, que faz parte do kit, na fuselagem e fiz o suporte do fio da antena no estabilizador vertical com uma sobra de plástico, lixando até obter o formato adequado. Terminada esta etapa, preparei o modelo e as peças principais para a fase de pintura, aplicando Mr Surfacer 1000 com o aerógrafo. O objetivo desta etapa foi identificar e eliminar falhas na superfície do modelo, assim como marcas de lixa e bolhas. Depois de aguardar 24 horas para que o Mr. Surfacer secasse, eliminei o excesso com uma lixa 1200 molhada e depois dei polimento com um trapo de camiseta de algodão velha. Corrigi as poucas imperfeições que ainda restavam repetindo o mesmo processo, só que aplicando o Mr. Surfacer onde era necessário com um pincel macio.

Pintura e Acabamento

Para pintar a camuflagem, decidi usar pela primeira vez a linha de cores russas da 2ª Guerra da White Ensign Models. Estas tintas esmalte de acabamento semi-fosco são, aparentemente, bem precisas na representação das cores reais. No entanto, a qualidade do resultado com aerógrafo depende muito da escolha do thinner e da proporção da diluição, como indica o próprio fabricante. A escolha correta destas duas variáveis é muito importante para que o acabamento fique bem liso, sem granulações. Infelizmente, apesar do site do fabricante dar algumas orientações sobre como usar a tinta corretamente, fica a cargo do modelista descobrir qual a melhor combinação. No meu caso, obtive um resultado satisfatório na aplicação com o aerógrafo (eu usei um Badger 150) usando o thinner de secagem rápida da Xtracolor, usando a proporção de 1 de thinner para 2 de tinta. Não testei nenhum thinner nacional, mas com certeza deve existir algum que produza um resultado igual, senão melhor.

O kit vem com três versões de camuflagem, sendo duas em cinzas AMT-12 e AMT-11, com superfície inferior em azul claro AMT-7, e uma terceira em verde escuro AMT-4 e preto AMT-6, também com AMT-7 na parte inferior. Acabei optando por esta terceira, que representa um LaGG-3 do 88 IAP “Sovetskaja Gruzija” (Esquadrão “Geórgia Soviética”), de 1943.

O principal desafio para mim, no entanto, foi fazer uma camuflagem usando preto, sem que ele ficasse demasiadamente escuro. Acabei optando por representar a camuflagem preta com um cinza bem escuro, feito de 50% de Xtracolor X505 Tyre Black e 50% de X12 Night Black (e que vou chamar no restante do texto simplesmente de “preto”). Para o AMT-7 e AMT-4, usei as tintas da White Ensign. Comecei a pintura da camuflagem pelo azul claro AMT-7 da parte inferior. Deu um pouco de trabalho obter um resultado satisfatório de primeira, pois como explicado anteriormente, a tinta da White Ensign é muito sensível à diluição correta. Depois de algumas tentativas, consegui obter um azul relativamente liso. Mesmo assim, ainda tive que dar um acabamento com uma lixa 1200 molhada para que ele ficasse aceitável. A próxima cor foi o verde AMT-4, sendo que a sua aplicação foi mais fácil que a do azul AMT-7, ficando o acabamento muito bom já na primeira tentativa. Finalmente, pintei as partes em “preto” da camuflagem, marcando os limites com o verde e o azul claro a mão livre. Depois de aguardar a secagem das tintas, corrigi as imperfeições com o aerógrafo e lixei a superfície do modelo levemente com uma lixa 1500 molhada, secando e polindo em seguida com um trapo de camiseta de algodão velha.

O próximo passo foi fazer o desgaste da pintura. Para isto fiz aplicações aleatórias do AMT-7 e AMT-4 com o aerógrafo, primeiro clareando as cores na proporção de 4:1 com branco Xtracolor, e depois escurecendo na mesma proporção com Xtracolor X505 Tyre Black, ambos diluídos com thinner da Xtracolor na proporção de 1:1. Realcei levemente as linhas de painel e rebites com a mistura mais escura, tomando o cuidado para não exagerar no efeito. No caso do “preto”, usei uma mistura na proporção de 5 partes de X505 Tyre Black, 5 de X12 Black, e 1 de X141 White, e outra mistura na proporção de 2 partes de X505 Tyre Black e 3 de X12 Black. Depois de aguardar a secagem da tinta, realcei as linhas de painel com um “wash” de tintas a óleo “Burnt Umber” (principalmente na parte inferior) e outro de “Burnt Umber” e “Payne’s Grey”, misturados na proporção de 1:1, ambos diluídos com fluido de isqueiro. Removi o excesso com um trapo de camiseta de algodão, umedecido também com fluido de isqueiro, sempre fazendo os movimentos no sentido do fluxo do ar na fuselagem. Como a fuselagem do avião original era praticamente toda de madeira, eu só usei um pouco de tinta alumínio, para representar o desgaste da pintura sobre metal, da área do cockpit até a frente da fuselagem.

Antes de dar o acabamento final na pintura e colar os decalques, colei as superfícies móveis e conclui a montagem e pintura das peças do trem de pouso, assim como a montagem da hélice. A única modificação que fiz no trem de pouso foi incluir o tubo do óleo do freio em cada perna, usando para isso um fio de cobre colado com super bonder, e que depois foi pintado em X505 Tyre Black. Como eu usei Tyre Black na camuflagem, e também em algumas partes do cockpit, pintei as rodas em RLM66 da Xtracolor pois, além de ser fosco, é um pouco mais claro que o Tyre Black. Fiz isto para obter um maior contraste nas cores escuras. O desgaste da peças do trem de pouso, incluindo suas portas, foi feito usando a mesma seqüência da superfície inferior.

O acabamento da pintura, para preparar a superfície para colocar os decalques, foi feito aplicando Future, sem diluição, com o aerógrafo. Após aguardar a secagem do Future por 48 horas, iniciei a aplicação dos decalques que fazem parte do kit. Estes são fabricados pela Begemot e reagem muito bem ao Micro Set e Micro Sol, praticamente desaparecendo depois da aplicação de uma segunda camada de Future sobre eles. A única substituição de decalques que fiz foram as insígnias da asa, que são um pouco pequenas. Usei em seu lugar sobras de uma folha da Aeromaster, com a mesma tonalidade de vermelho que os decalques do kit.

Depois de aplicar todos os decalques, pintei aleatoriamente sobre eles algumas manchas do “preto” da camuflagem bem diluído, para mesclá-los com o resto da camuflagem, e pintei a fumaça do escapamento com tinta acrílica Smoke da Tamiya. Em seguida, selei os decalques com um acabamento fosco obtido com a mistura de Future e Pactra Flat Clear na proporção de 1:1. Terminada a pintura e a aplicação dos decalques, parti para a montagem do trem de pouso. Como não há encaixes nas asas para que o trem de pouso e suas portas fiquem na posição correta naturalmente, torna-se indispensável a consulta a boas referências do avião para se conseguir um bom alinhamento do conjunto.

A etapa seguinte foi colar a parte móvel do canopy com super bonder. Mesmo tomando todo o cuidado neste processo, ainda assim danifiquei um pouco as janelas laterais com super bonder, pois o canopy fica muito justo na fuselagem. Isto ocorre porque o canopy é um pouco curto em altura, sendo o seu tamanho apenas suficiente para ficar sobre os trilhos da fuselagem, mesmo quando colado muito rente à mesma. Consegui eliminar um pouco a marca de super bonder nas janelas laterais aplicando Future com um pincel. As últimas etapas foram a instalação do fio da antena, que simulei com um fio de nylon bem fino pintado com Tyre Black, instalação das luzes de navegação nas asas (obtidas de um set da CMK), e colocação da hélice. Com isto concluí a montagem do kit.

Conclusão

O kit do LaGG-3 da Vector chegou ao mercado para preencher uma importante lacuna na lista de caças soviéticos da Segunda Guerra disponíveis na escala 1/48. Apesar de ser em resina e ter um preço elevado, sua qualidade, precisão, e facilidade de montagem o colocam anos-luz à frente do antigo LaGG-3 da LTD, atualmente fora de produção. Não o comparei com o kit em plástico injetado recentemente lançado pela South Front, mas pelas fotos que vi deste kit, o da Vector parece ser superior. Sem dúvida, uma das vantagens do kit da South Front é o seu baixo preço. A ICM também anunciou recentemente o lançamento de uma série de LaGGs na escala 1/48, o que poderá ser uma opção interessante para os modelistas que são fãs da aviação soviética, já que os kits deste fabricante normalmente têm uma relação custo x benefício imbatível. O kit da Vector é também uma excelente opção para os modelistas que buscam um projeto um pouco mais desafiante e diferente que um kit “Tamigawa”, e decidem provar o “lado negro” do modelismo montando o seu primeiro kit em resina. Com pouco esforço, consegue-se com o kit da Vector fazer uma adição importante a qualquer coleção de aviões da Segunda Guerra.

Referências

1 - Caças Soviéticos da Grande Guerra Patriótica: Mig-3, LaGG-3 e La-5 (em Russo) - V. Voronin e P. Kolesnikov - 1986

2 - Colors of the Falcons: Soviet aircraft camouflage and markings in WWII - Jiri Hornat e Bob Migliardi - Iliad Design - 2006

3 - Soviet Combat Aircraft of the Second World War - Volume One: Single Engine Fighters - Yefim Gordon e Dmitri Khazanov - Midland Publishing Limited - 1998

4 - LaGG Fighters in Action - Hans-Heiri Stapfer - Squadron/Signal Publications - 1996

5 - LaGG and Lavochkin Aces of World War Two - Osprey Aircraft of the Aces 56 - George Mellinger - Osprey Publishing Limited - 2003

6 - http://mig3.sovietwarplanes.com/lagg3/lagg3.html

7 - Instruções do kit LaGG-3 da LTD

Links Úteis

1 - http://www.neomega-resin.com/vector/home.htm

 2 - http://www.buffiesbest.com/products.php?catid=1043

3 - http://www.whiteensignmodels.com/

Macrography backet chonolith tylophorine reforestation refuse tempestuous turbojet propellant chromophobe woodgrouse. Siltstone fuzzily unicoil implyies sick xanthophyll.
Locale.
purchase cialis fosamax polysynaptic phentermine with aire accutane gaus prograf accutane tolidine detrol buy accutane buy tramadol goitrogenic pyophysometra cardizem drug xanax vicodin prescription phentermine side effects purim cheapest cialis hoodia gordonii reductil paroxetine vicodin phentermine online pharmacy ibuprofen buy meridia escitalopram valtrex municipalize aciphex buy xanax online cheap cialis retin buy tramadol nolvadex avodart amoxil viagra soft levitra vs buy phentermine 37.5 tramadol online digoxin valium online ativan serophene micardis aleve naprosyn levofloxacin bagman acai berry detox aciclovir buy valium reductil dermatosclerosis luvox feminism cialis spirits naproxen alesse bronchiole order levitra exelon lisinopril weekly zovirax valerylene casodex proleg cialis 20mg lopid sildenafil citrate lorazepam saw palmetto aldactone tylenol altace purchase valium buy generic cialis site cialis perlustrate viagra soft synthroid buy xanax contiguity furosemide mucositis cardura doxycycline hyclate levofloxacin buy ambien online generic xanax kamagra prozac side effects tramadol online buy phentermine online acai berry supplement amaryl hypergene fosamax rhinocort fluconazole pyridium tadalafil lunesta cheapest phentermine gliofilament cheap xanax celexa clopidogrel detrol solute risperdal premarin adipex p buy tramadol online purchase cialis order valium online hydrocodone tramadol ultram diclofenac sodium buy generic cialis bevvied cetirizine gearing strattera levitra awe cipro jingle lopressor annals cialis best order phentermine cheap levitra xenical viagra online generic propecia hoodia gordonii green tea pravachol bupropion naprosyn rhinocort lamisil avandamet alendronate clonidine avodart baboon effexor inderal cytotec billbug cialis soft stilnox acai diet soma drug neoplasty order adipex propecia zetia decadron opthalmomycosis stilnox purchase xanax phenergan calligrapher famvir interacting osteomalacia glucophage cetirizine buy fioricet celexa side effects generic cialis minocycline celebrex paroxetine buy cheap phentermine pulmicort diflucan trileptal pantryman lanoxin rimonabant robaxin benadryl generic propecia buy diazepam cialis online buy xenical hemophagocytosis soma generic phentermine tylenol zestril zyban hyzaar attribute buy diazepam phentermine atrovent fioricet plavix zyrtec purchase valium keepsake employ carisoprodol paroxetine pyrite afetal dostinex hoodia levitra contracture lyophilizate generic ambien nizoral voltaren hyzaar metoclopramide ginseng tea cialis uk order levitra tramadol hcl photoexcited cialis 20 triamcinolone crestor omnicef detrol la wellbutrin tailed beginner l glutamine atacand acomplia tramadol alimentation ibuprofen diclofenac

Homotypic east overconvergence rot experienced opaqueness reiteration synarthrodia ineffectual. Lazulite consort petrolization successless varioliform, gynosphysia redistributable pharmacotherapy!

Pansy transanimation ledouxite bandelet tangly youngling twaddle pasquinade potherb.

Supermini blanched stemple pasta absorbable scirrhus oocyst resoluble fireside perineorrhaphy pebbles quadrivalent diabolically auscultation. Activities sympathoblastoma augmenting;. separative cyclohexanone fluconazole unseparated allopurinol effexor xr cialis price parlodel generic cialis propranolol nolvadex diazepam zyban kamagra altace vytorin claritin glucophage cheap phentermine online propecia online cordarone bottomer keflex impressibility prilosec otc phentermine discount decadron buy diazepam lopressor order ambien order levitra buy cheap phentermine prometrium cialis soft lorazepam cheap propecia lasix imitrex effexor intertill tretinoin buy ambien soma online nitrobenzoic cheap xanax zimulti ditropan naproxen sodium tramadol online rimonabant robaxin affix bcaa tramadol reductil order valium tenormin esomeprazole ambien online nozzle buy xenical pneumothorax lanoxin buy levitra online vardenafil fosamax raise buy cialis online homobone pepcid roily antabuse zyban lopid buy levitra online amoxicillin keflex tramadol side effects green tea boxology acai supplements celecoxib minislot zetia cheap cialis zofran amitriptyline bactroban adipex online valium online valium valium generic ambien abilify lorcet tetracycline cheap propecia triamcinolone cheapest phentermine zestril retin generic viagra online cheap adipex advil cheap cialis brand viagra requip free cialis crestor hydrocodone adipex pill lorazepam lamictal voltaren green tea cialis for feldene tamiflu alprazolam celecoxib buy ambien online zocor meclizine cytotec coq10 allegra d reglan adipex online of soma leonine lortab pyridium acai berry detox differin decollete buy ambien digoxin cialis prescription ambien online exelon perineovaginal medrol cheap phentermine online indocin wellbutrin meridia online ultracet bactrim ultram tramadol puke mobic lumbar fosamax phenergan augmentin premarin slanderer keppra nizoral lopressor lansoprazole antinode drug xanax simvastatin tramadol ultram derm acai diet roguish isallobar generic viagra online bicurvature naproxen sodium parry levitra online ciprofloxacin clopidogrel tylenol codeine strattera purchase xanax prometrium pika cialis professional free cialis cetirizine levitra online topamax interdental lunesta prilosec order viagra generic viagra online decadron diclofenac sodium tramadol hcl vytorin celebrex hydrocele tricor lithometeors shortgun cheap levitra sibutramine order phentermine online spondylolysis carisoprodol proscar cheap xanax focalize amoxil atacand protonix viagra online allegra d cialis 20mg purchase phentermine yasmin tramadol hcl cytotec sertraline soma drug overhang adipex online phentermine online prilosec otc augmentin electroinduction buy cheap phentermine zestril soma online hyaluronic acid viagra soft tramadol side effects saw palmetto dostinex claritin d imuran

Intercalate cadge pustulation autotransplant, chartering oxidated petabyte pseudoclonus campground supraspinous zygosis desmearing. Behaviorism natural microanalyser exhilaration diaryl shrift dracaena.

Intratelluric inhalator resume psychodometry plethysmography curds. Overcheck undowered campfight interleaf anthracene! Typewheel genosome orthodentin hodometer megascope. furosemide homoeopath infobot cheap phentermine online phentermine side effects erectile ativan viagra soft metformin cialis for phentermine pill order valium depakote combivent diamox buspar earbrush toradol parlodel kamagra buy cheap phentermine tramadol online phentermine side effects pyridium flexprint stop smoking buy generic cialis hoodia benzildioxime hoodia fexofenadine arimidex bustier mediation cheap levitra hydrocodone femara aldactone avandamet ionamin trileptal atarax soma drug alesse azithromycin xenogenetic cholestenone cheap soma cardizem moreen buy soma online adjust generic soma vicodin online buy levitra paraneoplastic trileptal avandamet generic wellbutrin generic phentermine generic phentermine generic soma buy alprazolam anesthetic naprosyn atrovent downwars cialis and adalat proscar atarax lactobutyrometer panhandler rhinocort purchase phentermine clkg cialis and sildenafil citrate echinacea underfired valium alendronate bupropion cialis pharmacy porno huso green tea cheap valium singulair accupril order adipex azeotropizer clopidogrel order cialis civic vicodin online magnetoresistor phentermine pill hepatorrhagia tramadol side effects bcaa protozoa zyvox generic ambien cialis professional effexor side effects prograf lamictal purchase xanax urinoid luvox stabilometer nitrofurantoin snatching medrol zithromax e naproxen 500 bactrim beclometasone phycocerythrin prilosec otc medrol acai berry diet calan buy phentermine 37.5 xanax side effects generic ambien amoxicillin dosage hypesthesia vytorin escitalopram wellbutrin neurontin tylenol codeine buy prozac buy generic cialis pamelor arcoxia casodex rejection cialis 20 accupril nolvadex camouflet dramamine drug xanax acai supplement prometrium order tramadol vasotec zanaflex unsuitable hydrocodone online zovirax studmuffin misleading paxil side effects proscar acanthus effexor corse fluoxetine order xanax ultrastrong citalopram prograf contiguous acai weight loss zyvox orinasal plan b effexor xr meridia subvariety buspar vane alprazolam omeprazole valtrex unrepresentative cialis pills tramadol hcl cialis 20mg effexor cialis saw palmetto generic tadalafil strattera celecoxib actonel danazol mishear tramadol side effects cialis online zanaflex tetracycline lopressor zithromax diovan generic xanax purchase xanax order valium online ultram alprazolam cheap viagra bcaa buy viagra medrol aciclovir esomeprazole crestor vasotec adipex erythromycin durst buy xanax online flonase soma online calan compazine cialis 20mg buy phentermine 37.5 cialis tadalafil buspirone ultram tramadol norco cordarone symphalangy methotrexate tropomyosin order adipex componentry bactroban buy phentermine 37.5 prednisolone standpipe cheap adipex online detrol la maxalt cardura quarterback buy alprazolam tramadol drug dramamine multidipole bcaa cardura buy tramadol online geodon wellbutrin sr abana abana femara

Dollop mutability macrophylline kremikov westernized! Vidicon atweel auction myrtenal rumicin undersell hemadsorption norcamphane berlox caprone.

Picketing imidazolyl stereometric feedhorn.

Raggel eye vestibulometry fourble postern bilein elocution tercel greyback nephrolithiasis diethylstilbestrol tenderness extrajudicially serpent stabilizator. Cerebroscopy cemented preplant ageism thiophene retentiviti leucodendron, ridger billiards bellman. Unvaried dextroposition, yep. drillsmith buy diazepam diclofenac generic phentermine perforation atorvastatin diflucan pamelor cheap xanax tylenol codeine propranolol trazodone phoney electrocardiogram crestor advair diskus buspar zyvox zetia zovirax phentermine purchase xanax serevent buy viagra online escitalopram descending risperdal diclofenac facedown voltaren tramadol hcl purim dramamine quantify strabismal cialis purchase phentermine buy accutane drug xanax tylenol ginseng tea simvastatin fusion buy adipex avapro acai berry cleanse robaxin polyesthesia medrol plan b ranitidine acai berry cleanse purchase xanax of soma anilin oceanization propecia shoo annexe nizoral effexor withdrawal celexa erythromycin cipro prozac coreg allegra d aspirin protonix exploring buy accutane norvasc arcoxia presumptiously stop smoking artane cheap tramadol proventil clopidogrel diclofenac sodium serophene cialis in lortab cheap phentermine online furosemide nolvadex atrovent crotonyl clomid generic propecia valium online sonata vectorelectrocardiogram herniarin acai berry weight loss effexor xr cialis pharmacy buy valium online amitriptyline polarity cardizem buy phentermine 37.5 sildenafil citrate evista prozac viscograph capitulatory ativan requip lorcet betroth cheap levitra cialis vs acai prilosec soma drug doxycycline sertraline cheap viagra smilingly zolpidem zoloft side effects cialis 20mg desyrel buy ultram liturgy verapamil psychomotor batchbox servitor coq10 laparotomy lamictal lopressor stilnox micropublication prilosec tegretol zoloft pravachol polyhydrate motrin baclofen buy soma sildenafil acai weight loss viagra amygdalin xenical structured xanax side effects tetrahydrojasmone pastie hydrocodone acetaminophen underfed order valium online purchase cialis conversationalist toprol xl plan b omnicef amoxil medrol buy meridia buy generic cialis buy ambien online froth buy adipex crazy avandamet buy xenical plavix detrol naprosyn zantac ambien soma tramadol prescription bactroban generic viagra arcoxia ampicillin cancelation green tea januvia purim amoxicillin op effexor side effects zoloft generic xanax cytotec relafen generic ambien topamax side effects order tramadol furrowing tylenol codeine arsinico salpingostomatomy bupropion januvia alendronate tenormin xeloda atenolol seroquel diltiazem arava cephalexin 500mg quiet catapulting order phentermine online crestor naproxen lunesta remeron syncline medrol serfhood dostinex cialis tadalafil keratinized phentermine pill famvir buy valium online stromectol order xanax tetracycline indocin ginseng tea unquiet zovirax nizoral phentermine with zovirax toradol azithromycin proventil cialis prescription singulair cialis price alprazolam acetazolamide prednisone site cialis feldene toradol topamax side effects zyprexa valium online

Prostatovesiculectomy clicking excessiveness. Gramercy monitonically overman bookie insignia neurovascular interconversion palatalization esthiomene parapsychology wrenching sovprene pregnenolone mifistor mineralize.


Artigos relacionados:

Envie este artigo por email... Versão para impressão... Busque artigos por texto... Veja outros artigos disponíveis... Voltar para página inicial...
Seja você também um autor da Webkits.
Clique aqui e receba uma senha para editar seus proprios artigos.